400 anos de Dort e as eleições

Dedicaremos este e os próximos boletins para refletir sobre o Sínodo realizado na cidade de Dort (Holanda), de 13 de novembro de 1618 a 9 de maio de 1619. O sínodo reuniu 102 pensadores e líderes e produziu um documento importante intitulado Cânones de Dort.1 Se em 2017 celebramos os 500 anos da Reforma, agora agradecemos ao Senhor pelos 400 anos do Sínodo de Dort. Ao organizar a doutrina bíblica da salvação, os Cânones fornecem ensino digno de atenção para o momento presente da campanha eleitoral em nosso país. O primeiro artigo explica o ensino sobre depravação total e afirma, com base em Romanos 3.19, 23; 6.23, que “toda a humanidade é condenável perante Deus”.

Um desdobramento disso é que, por causa da queda, mesmo as pessoas mais louváveis são pecadoras que podem ser corrompidas. A doutrina da depravação veda qualquer ilusão de justiça própria ou perfeição política. O único homem incorruptível que pisou nesta terra foi o Senhor Jesus. Os que abraçam esta doutrina sadia entendem que não é a política que corrompe as pessoas e sim o pecado em cada pessoa que corrompe a política. Mesmo o “melhor candidato” abriga desonestidade ou fragilidade.

A própria reunião de Dort nos ensina sobre política. Uma questão bíblica foi estudada por quase seis meses, por mais de uma centena de cristãos. Não foi o “maioral dos sabichões” que bateu o martelo, afirmando conhecer infalivelmente a verdade absoluta. Os pontos foram discutidos e votados. A ideia por detrás de um sistema conciliar é que nenhum ser humano se basta; porque somos inclinados ao engano, precisamos aprender tanto a falar, quanto a ouvir o outro. Na multidão de conselheiros há maior probabilidade de encontrar sabedoria (Pv 11.14).

Consideremos que a segunda geração de reformados optou por um sistema de governo da igreja representativo. Se todo ser humano é pecador, politicamente, estamos diante de duas opções: (1) conviver com uma pluralidade de pecadores, com estruturas e instrumentos adequados para que um deles seja eleito e monitorado pelos demais (governo de estado de direito e diálogo), ou (2) ser conduzidos por um único pecador com superpoderes, sob risco de tirania (governo de imposição). Para os irmãos de Dort, o primeiro ponto da doutrina da salvação esclarecia as coisas para o discipulado e para outras áreas da vida, inclusive a política.

Imagem- Líderes cristãos reunidos em Dort, Holanda, 1618-1619: Organização do ensino da Bíblia sobre a doutrina da salvação.

Pr. Misael.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.