Entrando no ano novo com o Salmo 127

Existem duas posturas clássicas a cada virada de ano. Uma delas manifesta empolgação e ansiedade: “esse é o ano que vou fazer acontecer!” — alguns prometem para si. No lugar de “fazer acontecer”, coloque o que achar melhor: comprar um carro, passar em concurso, casar, ter um filho, conseguir uma promoção, etc.

O mercado da autoajuda está aí para nos encorajar nessa direção: se tivermos o mindset dos vitoriosos, então seremos conquistadores. Se trabalharmos duro, atingiremos nossos objetivos. Basta querer e correr atrás.

Do outro lado do espectro está uma postura oposta. Existem aqueles que iniciam o ano carregando desânimo e cinismo. “Nada vai ser diferente”, “já participei de suficientes viradas de ano para saber que nada muda”, “não adianta sonhar ou se esforçar”. Talvez essas pessoas já tenham sonhado e batalhado, mas por não atingirem o que desejavam, endureceram o coração e agora não cultivam qualquer esperança. A forma mais direta de se proteger do sofrimento é anestesiar o próprio coração.

Cada postura produz um tipo de resultado. A postura triunfalista acaba por produzir pessoas cansadas e frustradas sempre que a realidade não se dobra aos nossos desejos. A postura cínica acaba por produzir pessoas amarguradas, incapazes de ter esperança.

Afinal de contas, o que é melhor buscarmos nesse início de ano? O Salmo 127 nos apresenta uma terceira perspectiva, que ajusta o nosso coração. Diz o Salmo, no primeiro versículo:

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.

Toda a mensagem do salmo gira em torno da verdade de que é a graça de Deus que encaminha a nossa vida, e que os nossos esforços sem a graça são inúteis. O salmo continua:

Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem

A mensagem é simples: devemos olhar para a realidade dependendo da graça. O salmo 127 tem uma mensagem negativa para os triunfalistas: os seus esforços, sem a graça de Deus, são inúteis. Você só vai conquistar, em 2019, aquilo que Deus te conceder. O salmo 127 tem uma mensagem positiva para os desanimados: “Aos seus amados ele o dá enquanto dormem” — você pode acreditar que nada tem sentido e que não há lugar para a esperança, mas Deus garante que continuará a prover para os seus filhos graciosamente.

Nesse início de ano, somos convidados a olhar para a realidade com esperança. Submetamos as nossas expectativas ao Senhor; abramos os olhos para a graça, e caminhemos cumprindo as nossas responsabilidades, um dia de cada vez.

Feliz ano novo!.

Pr. Allen.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.