Frutos da conversão: fé

O primeiro fruto da verdadeira conversão é a fé. Não simplesmente fé na fé ou crença sem substância, mas fé conforme lemos a seguir:

A graça da fé, por meio da qual os eleitos são habilitados a crer para a salvação da sua alma,[1] é obra que o Espírito de Cristo faz no coração deles [2] e é ordinariamente operada pelo ministério da Palavra;[3] por esse ministério, bem como pela administração dos sacramentos e pela oração, ela é aumentada e fortalecida[4] ([1]Hebreus 10.39; [2]2Coríntios 4.13; Efésios 1.17-20; 2.8; [3]Romanos 10.14, 17; 1Coríntios 1.21; [4]1Pedro 2.2; Romanos 1.16-17; Lucas 22.29; Mateus 28.19-20; João 6.54-56; Romanos 6.11; Lucas 17.5; 22.32).

Note que este fruto da fé é uma graça. Não é pensamento positivo ou qualquer coisa produzida por nós. É uma confiança que depositamos em Deus porque ele nos capacitou a fazê-lo. O Espírito Santo nos regenera; ele amolece nossos corações, muda nossas inclinações e torna Deus atrativo a nós. Então o desejamos e buscamos. Como náufragos em meio a ondas furiosas, abraçados firmemente em seus botes salva-vidas, assim nós nos apegamos a Cristo. Mas isso somente pela graça — porque fomos “habilitados a crer para a salvação da alma”.

O fruto da fé brota e amadurece mediante o serviço da Palavra e dos sacramentos, efetivados pelo Espírito em resposta às orações. Quanto mais as Sagradas Escrituras encontram eco em nossa vida; quanto mais participamos do Batismo e da Ceia com sinceridade de alma; quanto mais encontrarmos prazer na comunhão pessoal com Deus, mais a nossa fé é aumentada e fortalecida.

Muito mais do que no fazer, a fé salvadora destaca-se pelo ser e pelo estar. Nós somos filhos de Deus; estamos nele e com ele (Romanos 8.15-16). Que diferença faz ser e estar! Eu fui operado aos doze anos, e me lembro de meu pai entrando na enfermaria logo após a cirurgia; barba espetada e sorriso no rosto. Tudo melhorou; ele era meu pai e estava comigo. Fé salvadora produz a graça da comunhão. A inimizade acabou; fomos aproximados de Deus pelo sangue de Cristo no poder do Espírito. Desfrutamos da doçura da Trindade na Palavra, nos sacramentos e na oração.

Rev. Misael. Publicado no Boletim 148, de 28/10/2012.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.