Inteiros, calmos e vivos

Parar. Silenciar as inquietações. Amar e adorar. Foi para isso que Deus nos deu o domingo. Por isso esse dia se chama domingo — a palavra domingo é extraída da tradução latina de Apocalipse 1.10 e quer dizer “dia do Senhor”. Buscar a Deus no domingo, juntamente com nossos irmãos, nos mantém inteiros, calmos e vivos.

Quem pratica natação sabe que os movimentos na água são intercalados com respiração. Inspirar e expirar; a cada conjunto de braçadas e pernadas, colocar o rosto para fora. A boa oxigenação do corpo é vital para um bom desempenho nesta atividade física. Carecemos de pausas a fim de respirar e a boa respiração exige calma. Meu instrutor de natação ajudou-me a entender que minha dificuldade em respirar corretamente provém de minha ansiedade, o que me impede de nadar longas distâncias.

Isso pode parecer conversa de guru, mas é exatamente a experiência de alguns atletas. O boxeador está cercado de luzes e de barulho ensurdecedor; o corpo no limite de sua capacidade e tentando processar a dor proveniente de um último golpe recebido do adversário. Então ele silencia. Por uma fração de segundos, tudo parece parar e em seguida transcorrer em câmera lenta. Ele enxerga o que se passa no ringue e, pela posição ou postura física do oponente, antevê seu próximo movimento. Aí ele bate firme com um cruzado de direita. Calmo e fulminante, ele luta inteiro e vence.

O que nos ajuda a estarmos inteiros em nossos embates? O que nos ajuda a vencer? O que aumenta nosso discernimento, de modo que consigamos antever, alterar nossa posição e lutar com eficácia?

Nós nos reunimos no domingo. Nós paramos um dia na semana para silenciar o tumulto da alma, porque nossa alma precisa ser acalmada (Salmos 42.11). O domingo é um presente divino para nos tornar tranquilos, ou seja, mais crentes, por meio do desfrute de comunhão e de declarações de amor. Isso é a adoração, a experiência em que Deus declara, por meio de sua Palavra, o quanto nos ama, e nós dizemos a ele o quanto o amamos. Assim somos feitos inteiros, calmos e vivos — prontos para a luta semanal.

Rev. Misael. Publicado no Boletim 143, de 23/09/2012.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.