A dádiva do cansaço

Manhã de sábado, poucos minutos antes das 6h30. O despertador toca indicando que devo levar minha filha à escola. Na noite anterior terminou o Encontro da Fé Reformada e eu percebo que os pensamentos estão lerdos, o corpo responde mal aos comandos e até a fala está diferente. Sintomas de cansaço.

Confesso que já tive umas boas brigas com o cansaço. Até pouco tempo atrás, eu o detestava. Sem exageros, podiam me chamar de senhor cafeína ou reverendo coruja, pois eu almejava poder continuar sem dormir, noites seguidas, apenas para fazer tudo o que eu pretensamente “precisava”. Ou então, eu queria uma experiência semelhante à de Josué em batalha, dizendo algo como “Sol, detém-te em Gibeão, e tu, lua, no vale de Aijalom” (Josué 10.12). Assim eu prosseguiria altaneiro e insone, vencendo sobrenaturalmente os itens da agenda. Graças ao Senhor, como dizia minha mãe, “Deus não dá asas a cobras”. Hoje percebo o quanto estava errado, pois o cansaço é uma grande bênção.

O cansaço nos fala sobre nossa finitude. Ele indica, de modo simples, que não somos capazes de fazer tudo ao mesmo tempo. Além disso, sua presença pode indicar a necessidade de intervenções médicas ou mesmo alterações de hábitos. Ele é um alerta do estresse e nos força a parar, queiramos ou não. Enquanto o corpo, a mente e as emoções não receberem o suprimento de que precisam, ele – o antipático cansaço – continua incomodando, mostrando-nos de que estamos sendo teimosos e descuidados, maus mordomos do corpo criado por Deus.

O cansaço nos convida ao descanso, ao desfrute da completa e dadivosa inutilidade. O sentido bíblico da palavra sábado (descanso) é, literalmente, não fazer nada, não ser útil para nada, um espaço marcado na agenda para nada fazer, apenas ser. E ser em Deus, deixar-se acolher em seus braços, totalmente dependentes dele, afastados de angústias e preocupações, em autêntico exercício de humildade e fé.

É meu, somente meu, todo trabalho; e o teu trabalho é descansar em mim.

Bonito de cantar, difícil de viver. Principalmente para pessoas como eu, amantes das atividades, viciados em produtividade. Talvez seja aqui que o cansaço se mostra mais útil. Ele nos aponta a graça divina e nos ensina que tudo o que somos e temos, decorre do favor imerecido e não de nossos esforços imperfeitos: “aos seus amados ele o dá enquanto dormem” (Salmos 127.2).

Pastoral publicada no Boletim 92, de 02/10/2011. Rev. Misael.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.