Pausas que abençoam

Alguém me perguntou qual é o significado da expressão “selá”, presente nos salmos e no livro de Habacuque. Em algumas traduções da Bíblia o termo foi retirado, mas é possível encontrar exemplares nos quais lemos, em Salmos 68.19: “Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo! Deus é a nossa salvação. [Selá]”.

Respondi que “selá” era um dito de concordância, algo semelhante ao “amém” do Novo Testamento. Nesta semana, em minhas devocionais, li os textos nos quais consta “selá” e estudei um pouco mais sobre o assunto. Eu estava errado. Selá é uma anotação litúrgica e indica, simplesmente, uma “pausa”. Imaginemos os músicos do templo tocando uma melodia para o terceiro salmo; os três primeiros versículos eram entoados sem interrupção até a parte que diz “são muitos os que dizem de mim: Não há em Deus salvação para ele” – e vinha a pausa; “selá”.  No original hebraico, pelo menos em uma ocasião, leremos selá higaion, literalmente “pausa seguida de som profundo” (no final de Salmos 9.16). O objetivo de selá era produzir uma interrupção não apenas de estilo, mas doutrinária e devocional. Era um modo de destacar aquelas frases que deveriam ressoar diferente na liturgia e nas almas.

Resolvi anotar em minha Bíblia todas as expressões selá. Gastei algumas horas fazendo isso e depois reli as passagens com as pausas pedindo que Deus gravasse em meu coração cada verdade destacada. Senti grande diferença em pausar para refletir depois de ler “deito-me e pego no sono; acordo, porque o Senhor me sustenta. [Selá]” (Salmos 3.5). Outras vezes, o interlúdio está inserido após um enunciado solene: “Ó homens, até quando tornareis a minha glória em vexame, e amareis a vaidade, e buscareis a mentira? [Selá]” (Salmos 4.2). Leia isso e pare; respire fundo e medite. Perceba que selá revela uma nuance rica do tom emocional dos Salmos (mesmo as ocorrências em Habacuque encontram-se no salmo que conclui aquele livro profético – cf. Habacuque 3.3, 9 e 13). A adoração verdadeira sempre envolve a mente e o coração.

Na mesma semana li Marcos 6.31: “E ele lhes disse: Vinde repousar um pouco, à parte, num lugar deserto; porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem numerosos os que iam e vinham”. Algumas versões bíblicas modernas não possuem mais “selá”. Será que alguns tradutores consideram que esta palavrinha não é “atual” ou “relevante”? Eis a questão: Não é apenas a música dos Salmos; nós também precisamos de pausas; tempo para meditar, equilibrar as emoções e orar calmamente. Selá nos ensina que a harmonia e beleza exigem paradas para o desfrute de Deus. Podemos nos deliciar com o ritmo divino, usufruindo destas pausas que nos abençoam.

Pastoral publicada no Boletim 91, de 25/09/2011. Rev. Misael.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.