Ideias esquisitas sobre Jesus: os concílios

No 4º e 5º séculos, Deus guiou a Igreja Cristã a organizar o ensino bíblico sobre a pessoa de Jesus Cristo. Esta organização foi empreendida em reuniões de pastores e presbíteros, chamadas de concílios ecumênicos.

No ano 325, o Concílio na cidade de Niceia combateu o arianismo, afirmando que Jesus Cristo realiza nossa redenção integral, como verdadeiro homem e verdadeiro Deus. Quase seis décadas depois, em 381, o Concílio de Constantinopla condenou o apolinarismo, reafirmando a cristologia de Niceia.

Em 431, o Concílio de Éfeso lutou contra o nestorianismo, declarando a unidade das duas naturezas de Cristo. Por fim, no Concílio de Calcedônia, em 451, reafirmou-se a condenação do nestorianismo e sublinhou-se o erro do eutiquianismo.

Na ocasião, redigiu-se o resumo da cristologia bíblica: Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Suas naturezas são distintas, indivisíveis e inseparáveis. Apesar das duas naturezas, há uma unidade, formando uma só substância (hypostasis).

Resumindo, Deus conduziu sua Igreja a comparar as novas ideias (doutrinas) com aquilo que é ensinado na Bíblia. A fé no Jesus Cristo verdadeiro, apresentado no evangelho do Novo Testamento, foi fortalecida.

Quem crê em Jesus “tem a vida eterna” e “as Escrituras […] testificam” dele (Jo 6.47; 5.39). O que conhecemos e acreditamos sobre Cristo deve ser consistente com a verdade da Bíblia.

Pr. Misael.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.