Gratidão, alimento e glória a Deus

A primeira pergunta do Breve Catecismo de Westminster é: “Qual é o fim principal do homem?” Para quê existimos? E a resposta que o próprio Catecismo nos traz é: “O fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre”. Vivemos para a glória de Deus.

O apóstolo Paulo nos ensina isso em 1Co10.31 ao dizer “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” E a pergunta que surge é a seguinte: é pecado desobedecermos este mandamento das Escrituras? Sim! Por isso, podemos afirmar, de acordo com a Bíblia, que é pecado alguém comer, ou beber, ou fazer qualquer outra coisa, se não for para a glória de Deus. Em outras palavras, o pecado não é apenas uma lista de coisas negativas e prejudiciais (matar, roubar, etc.). Nós pecamos quando deixamos Deus de lado nas realizações triviais de nossa vida, como comer e beber.

Mas como podemos “comer e beber” para a glória de Deus? Uma das respostas é encontrada em 1Tm4.3-5, quando Paulo diz que alguns

[3] … proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos, com ações de graças, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade; [4] pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável, [5] porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificado.

O alimento foi criado para “ser recebido com ações de graças” e nós, cristãos, devemos usar os momentos de refeições, por exemplo, para ações de graças sinceras, dirigidas a Deus. Então, o alimento é santificado “pela palavra de Deus e pela oração”. A oração é a nossa humilde resposta de agradecimento. Crer nesta verdade apresentada na Bíblia, e oferecer ações de graças, em oração, reconhecendo que tudo provém de Deus, é uma das maneiras de “comer e beber” para a glória de Deus.

Por isso, neste domingo, antes de “comer e beber” com a família, agradeça a Deus pela providência e sustento, porque Ele tem cuidado de nós e suprido nossas necessidades. Ter um coração agradecido, reconhecendo que tudo vem de Deus, é glorificar a Deus.

Lic. Thiago. Publicado no Boletim 172, de 14/04/2013

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.